0

Aleshenka, o "anão de Kyshtym"

30 agosto 2011.

imagens sinistras







uralalien11 e1289754112834 fotos de alienigenas










A história recebeu mais atenção quando a Associação Ufológica da Geórgia (GUFOA) divulgou imagens capturadas de um vídeo. Todas as imagens circulando pela rede vêm do website GUFOA, agora já fora do ar. Contavam que:



“um corpo extraterrestre foi recuperado pelo Serviço de Segurança Russo em 1996. Uma idosa da vila de Kashtim nos Urais, dizia o relatório, havia encontrado a criatura moribunda na estrada.


Depois de duas semanas, a mulher ficou doente e foi hospitalizada. A criatura ficou em sua casa, sozinha… e morreu. Provavelmente porque a mulher avisou alguém no hospital, o Departamento de Polícia de Kashtim entrou em sua casa e encontrou o corpo em 13 de agosto de 1996. Os restos foram filmados por uma câmera VHS — equipamento padrão da polícia russa na época — quando uma investigação preliminar (incluindo uso de um contador Geiger) foi realizada. De acordo com as medições da polícia, o ser possuía apenas 21 centímetros de comprimento. O corpo foi posteriormente confiscado pela Segurança de Estado (antiga KGB)”.





exatamente como em outras lendas de supostos corpos alienígenas, há muitas versões para a história, embora neste caso não haja tanta variação quanto no caso Salinas. Quase todas as versões mencionam a idosa, Tamara Velikopolskyana Prosivirina. Mas diferem em como e quando ela encontrou o ser.









Multiversos






De acordo com uma versão, Tamara Prosivirina sofria de uma flição mental há muito, e costumava visitar o cemitério local para retirar flores para decorar sua casa. Certa noite, em 13 de agosto de 1996, ouviu um voz em sua cabeça dizendo para que fosse novamente ao cemitério, onde encontrou a criatura sobre uma tumba, viva, e a levou para casa. Ela contou a vizinhos que agora tinha um filho, chamado “Aleshenka”, mas todos pensaram que era mais uma de suas fantasias.





Foi apenas quando foi visitada por sua nora, também chamada Tamara, que descobriram Aleshenka. Segundo a história, no entanto, a nora não pensou que fosse um bebê humano e deixou que a idosa cuidasse dele. Isto não faz muito sentido, mas continuemos.



Pouco depois, Tamara, a idosa, foi hospitalizada, mas não porque tivesse adoecido, mas pelo agravamento de seus problemas mentais. Aqui, outra vez, mais versões. Ela teria contado aos médicos sobre seu “filho”, mas ninguém acreditou em sua história. O ser assim teria morrido, sem cuidados, e teria sido encontrado não pela polícia, mas por Vladimir Nurdinov.

De acordo com uma versão, Nurdinov seria amigo de Tamara, e entrou em sua casa para recolher o corpo de Aleshenka. Outra versão dá conta de que ele seria um ladrão, que além de arrombar sua casa acabou encontrando e levando o suposto alienígena, até que foi capturado pela polícia devido a outra acusação — o roubo de cabos de eletricidade.




0

A Fada de Derbyshire

28 agosto 2011.

fadaderbyshire21hu fortianismo

“O que parecem os restos mumificados de uma fada foram descobertos nos arredores de Derbyshire [Inglaterra]. Os restos de 24 centímetros de tamanho, completos com asas, pele, dentes e cabelos ruivos foram examinados por antropologistas e peritos forenses que podem confirmar que o corpo é autêntico. Radiografias da ‘fada’ revelam um esqueleto anatomicamente idêntico ao de uma criança. Os ossos, contudo, são ocos como os de um pássaro, tornando-os especialmente leves. A intrigante presença de um umbigo sugere mesmo que os seres se reproduzem como os humanos apesar da ausência de órgãos reprodutores”.










Ou pelo menos é a história divulgada junto com as imagens , que circulariam então pela internet em correntes de email com diferentes histórias e versões. Mas a original já dava uma boa pista de sua autenticidade: foi publicada em 1 de abril de 2007.


O mágico Dan Baines, depois de comemorar as dezenas de milhares de visitas a seu site, acabou por revelar que “infelizmente, a fada é falsa… estava interessado em saber se o folclore de fadas ainda é válido em nossa sociedade, e fico feliz em dizer que sim, ainda é!”.


Sua obra foi às páginas da BBC, tablóides como o The Sun e mesmo jornais como o New York Times. Acabou leiloada por 300 libras.


0

Filmes amaldiçoados quais os mistérios por trás dos filmes????

11 julho 2011.
Todos os filmes estão sujeitos a acidentes durante as filmagens, mas alguns exageram e tornam-se lendas urbanas.
Aqui estão alguns casos reais que envolveram equipes de filmes conhecidos.


1. Sangue de Bárbaros (John Wayne fazendo papel de Gengis Khan já seria um desastre em si, se não fosse pela "brilhante" escolha das locações num deserto em Utah em 1955, onde haviam sido realizados testes nucleares. o resultado: das 220 pessoas envolvidas na produção, 91 desenvolveram câncer e 46 morreram prematuramente em função da doença, incluindo os astros John Wayne, Susan Hayward, Agnes Moorehead e o diretor Dick Powell. não por acaso o filme ficou engavetado por quase 20 anos e foi o último produzido pelo milionário Howard Hughes)


2. Twilight Zone, o Filme (um acidente com um helicóptero marcou essas filmagens. durante uma cena cheia de efeitos pirotécnicos, um helicóptero caiu sobre os atores, decapitando o ator Vic Morrow e esmagando dois atores infantis vietnamitas - de 6 e 7 anos - matando os três. o produtor Steven Spielberg rompeu com o diretor John Landis, pois além da imprudência que levou ao acidente, os atores mirins não tinham contrato legal e o diretor levava armas de fogo com munição real nas filmagens)


3. O Corvo (o jovem astro Brandon Lee faria uma cena em que era baleado, mas o cartucho de festim foi inadvertidamente substituído por uma bala real, que atingiu o ator no abdomen e o matou. a morte prematura de seu pai, o astro de artes marciais Bruce Lee, pouco após as filmagens de Operação Dragão, causou rumores sobre uma maldição que se abateria sobre a família. mas aquele não foi o único acidente das filmagens. um carpinteiro se feriu gravemente - eletrocutado - logo no primeiro dia de filmagens. treze dias depois uma tempestade destruiu o principal cenário, atrasando a produção. mais tarde mais uma bala foi encontrada no lugar de festim pouco antes de ser usada numa cena; um carpinteiro enfurecido jogou o carro sobre o estúdio de gesso;, um dublê caiu de um telhado; outro carpinteiro feriu gravemente a mão com uma chave de fenda... a despeito disso tudo o filme foi concluído com a ajuda de um dublê e de computação gráfica e foi lançado nos cinemas)


4. Tróia (ironicamente durante as filmagens Brad Pitt, que interpretava Aquiles, sofreu um corte profundo no seu "tendão de aquiles". um extra, o fisiculturista George Camilleri - amigo pessoal de Pitt -, quebrou a perna numa cena de batalha em que pulava de um galeão, ele foi operado no dia seguinte, mas veio a morrer duas semanas mais tarde devido a complicações. até o final das filmagens a equipe ainda teve que enfrentar dois furacões nas locações no México. apesar de tudo, o filme foi um sucesso)


5. Apocalypse Now (as coisas deram tão errado neste clássico de Coppola, que as filmagens programadas para 6 semanas, levaram 16 meses. o ator principal, Martin Sheen teve um ataque cardíaco. o astro Marlon Brando quis desistir na última hora e depois só admitiu ser filmado na penumbra para ninguém ver que ele estava gordo, um furacão destruiu todos os sets de filmagens e as chuvas não deram trégua. é o preço de filmar na selva)


6. The Man Who Killed Don Quixote / Lost in La Mancha (Terry Gilliam ganhou fama como um diretor azarado. todos os seus filmes tiveram problemas. no último, The Imaginarium of Dr. Parnassus, o astro Heath Ledger morreu durante as filmagens. mas nenhum supera este filme de Don Quixote, que jamais foi finalizado, mas foi brilhantemente documentado em Lost in La Mancha. logo no primeiro dia de filmagens, descobriu que a locação escolhida na espanha era próxima a um campo de treinamento de tiro dos aviões da OTAN, sempre vazando o som nas filmagens. no segundo dia, uma inundação e tempestade de granizo destruíram os equipamentos e pior, descaracterizaram totalmente o local. dias depois o ator principal - Jean Rochefort - foi diagnosticado com hérnia de disco e impedido de montar a cavalo - imagine Don Quixote sem cavalo. os produtores acabaram desistindo e deram por perdidos os 15 milhões de dólares até então investidos)


7. O Exorcista (rumores - alimentados pela produção - dão conta que pelo menos 9 pessoas envolvidas na produção teriam morrido inesperadamente, além de um misterioso incêndio que destruiu parte dos cenários num final de semana. o diretor William Friedkin pediu ao padre consultor técnico, que exorcizasse os sets, mas ele apenas concordou em benzer. um raio destruiu uma cruz de 400 anos, no dia da premiere em Roma. foi enorme o número de pessoas impressionáveis que passou mal durante as exibições. o clima de histeria garantiu o imenso sucesso do filme)


8. Poltergeist - a trilogia (dizem que o primeiro filme foi dirigido por Steven Spielberg, que assumiu após notar a evidente incompetência do diretor Tobe Hooper, que o teria amaldiçoado por isso. se é verdade eu não sei, mas a coisa pegou. vários atores ligados aos 3 filmes morreram tragicamente, a começar pela garotinha Heather O'Rourke, que interpretou Carol Ann, que morreu aos 12 anos, devido a complicações de uma gripe, durante as filmagens da parte 3. também a jovem Dominique Dunne, que fez sua irmã, foi estrangulada pelo namorado logo após as filmagens. Julian Beck e Will Sampson de Poltergeist 2 morreram pouco depois das filmagens. O garoto Barry Oliver, o outro irmão quase foi sufocado durante as filmagens do primeiro, mas se foi a única das crianças a sobreviver, o mesmo não se pode dizer de sua carreira. outras várias histórias foram contadas para promover os filmes e vem aí a refilmagem em 2010... é isso que dá encher uma piscina com esqueletos reais)


9. Atuk (este roteiro que circula há anos em Hollywood nunca foi filmado, mas é uma das maiores lendas urbanas da indústria. é uma comédia, baseada em um livro de sucesso, sobre um guerreiro esquimó que tenta se adaptar a vida na cidade grande. John Belushi foi o primeiro ator escalado para o papel, mas morreu de overdose em 82. em seguida Sam Kinison foi convidado e começou a filmar, mas o filme teve problemas de financiamento, foi adiado e o ator morreu num acidente. John Candy foi então o escolhido, mas morreu do coração. em seguida Chris Farley estava prestes a assinar quando - adivinhem - morreu de overdose em 97. se eu fosse um comediante gordinho, passaria longe desse papel...)


10. A Profecia (nenhum filme teve tantas histórias trágicas como este. pouco antes do início das filmagens, o filho de Gregory Peck se matou. dois aviões diferentes, levando os atores e a equipe foram atingidos por raios. o hotel onde estava a equipe foi bombardeado pelo IRA, mas todos se salvaram porque estavam num restaurante almoçando. um avião alugado para o filme foi substituído por um vôo comercial e caiu matando todos a bordo. o mais incrível aconteceu com o responsável pelos efeitos especiais, John Richardson, numa sexta-feira 13 de agosto de 1976, sofreu um acidente de carro e seu assistente foi cortado pela roda dianteira. quando conseguiu sair dos destroços, Richardosn viu uma placa na estrada que marcava Ommen 66,6 - Omen é o título original do filme e 666 todos sabem o que é...)
0

O Caso dos Irmãos Aragão


Não sei se trata de um relato verdadeiro, apenas peço gentilmente que leia esta história de forma neutra, não leia a parte das invocações, eu apenas às coloquei aqui para lhes passar a informação na integra.
Caso sinta algum mal estar ou uma sensação ruim, não é necessário prosseguir a leitura, ficará bem claro no início da carta que nem sempre a curiosidade traz um bom resultado. Eu mesmo senti uma espécie de tristeza após ter lido esta carta.
Não sei se esta história é real, pois não encontrei muita coisa na internet, apenas sei que se realmente for...
Manaus 18 de Junho de 2005, a polícia finalmente localiza os três irmãos Aragão, um fato que apesar de muito divulgado pela imprensa ganhou pouca repercussão nacional. Devido à falta de esclarecimentos das autoridades.
Dois dos irmãos foram encontrados mortos, de forma misteriosa, a segunda uma garota que tinha na faixa de dezoito anos, fora encontrada perdida vagando pelas matas, completamente despida. Fora cometida por uma espécie de loucura momentânea e hoje encontra-se sob tratamento psiquiátrico.
As notícias liberadas pela polícia eram absurdas e muito contraditórias. Nunca ninguém soube, de fato, o que havia realmente ocorrido.
Até o ano de 2008, quando uma suposta carta veio aparecer. Na tal carta o irmão mais novo da família Roberval faz uma espécie de reportagem, ele narra um fato, que poderia esclarecer o mistério ocorrido naquela data, mas a polícia nega a veracidade da carta.
Na carta eles relatam a existência de um gravador, os investigadores dizem que este gravador jamais existiu, mas muitos afirmam que ele, ainda hoje, encontra-se sob poder da polícia. A Família não confirma os fatos e desde 2006 não aparecem em público e já deixaram bem claro que jamais voltarão a falar sobre tal assunto...
Não se sabe ao certo como o conteúdo desta carta chegou à internet, apenas sabemos tratar-se de um relato fascinante.

Eis aqui o conteúdo da tal carta:

(Manaus 15 de junho de 2005):


-19h12min
Eu Roberval Aragão dou início ao fato que sem dúvida irá mudar o rumo da humanidade. Eu e meus irmãos estamos a três anos nos preparando para este dia, e hoje iremos mudar o curso da história. Seremos ícones da religião moderna e de toda e qualquer seita ou ordem secreta.

-19h54min
Estamos nos dirigindo a uma cabana, que fica em uma região bem afastada de Manaus, mas especificamente na zona leste, fica logo após o bairro Jorge Teixeira, não sei ao certo o nome da localidade... Reinaldo foi quem tratou de encontrar o local, disse que ali era a localização perfeita para o ritual, tenho esperanças que tudo dê certo.

-20h22min
Estamos presos no trânsito, meu irmão está impaciente, Alicia nossa irmã do meio teve que desligar o celular. Meu pai ta enchendo o saco.

-23h12min
Chegamos! Demorou a beça, mas enfim chegamos... Agora temos que preparar o terreno.

-23h15min
Fui impedido de ajudar no preparo do local, que fique bem claro que meu irmão é um tirano. Acha que sabe de tudo, sendo que quem encontrou a forma de trazê-lo a nosso mundo fui eu. Que fique bem claro que ele acha que sabe como proceder, mas tudo que ele sabe fui eu quem ensinou.

-23h20min
O dia esta perfeito, temos uma linda lua nova o que representa o começo de um novo ciclo, a noite é quente e tudo que aqui for feito não morrerá e sim estará somente partindo em busca de um novo e real conceito.

-23h22min
Desculpa, deixa-me explicar no que consiste o ritual. Hoje iremos trazer a terra o grande Horthembrak, mas antes precisamos invocar um Djinn e por meio dele devemos chamar Horthembrak.
É um processo trabalhoso, mas tentarei explicar... Não temos muito tempo, então não irei esclarecer para vocês quem é Horthembrak ou o que é um Djinn, apenas vou explicar como invoca-los. Só espero que não tentem fazer isso sem o devido preparo, fizemos um longo estudo até chegarmos onde estamos:
Primeiro você tem que ter em mãos todo o material: Carvão preto, uma garrafa de vidro banhada em água com sal e folhas de pinheiro, quatro velas pretas, um livro da bíblia; este tem que também ter uma capa preta, texto do gênesis, um punhado de pó de carvão e não podemos esquecer da bússola. Após ter o material você deve desenhar com a pedra de carvão uma imensa letra “c” no chão, ele tem que estar quase fechando, ele deve ter apenas uma pequena abertura para que o líder do ritual possa entrar. Não esquecendo que esta entrada deve ficar em oposição a Jerusalém, e pelo mapa vejo que fica a sudoeste, não pise jamais na linha, isso traria conseqüências graves. Temos que localizar com exatidão o norte, o sul, o leste e o oeste e em cada ponto colocamos uma vela. Temos que colocar de pó de carvão na base, já que ele simboliza as cinzas. E antes de entramos no circulo devemos contorná-lo dezoito vezes no sentido anti-horário. Queime a página da bíblia Gênesis 1-6 onde fala sobre a criação do homem. Em seguida a pessoa que ficou dentro do circulo deve colocar os pés voltados para o sudoeste, ela deve ajoelhar-se e encostar a testa no chão e chamar pelo Djin do fogo, isto simboliza submissão.
Nos que ficamos fora do circulo principal, ficamos apenas protegidos por um circulo de sal e devemos seguir a invocação. Devemos falar algo em latim:

“FIRMAMENTUM IN MEDIO AQUARUM ET SEPARET AQUAS AB AQUIS, QUAE SUPERIUS SICUT INFERIUS, ET QUAE INFERIUS SICUT QUAE SUPERIU, AD PERPETRANDA MIRACULA REI UNIUS. SOL EJUS PATER EST, LUNA MATER ET VENTUS HANC GESTAVIT IN UTERO SUO, ASCENDIT A TERRA AD COELUM ET RURSUS A COELO IN TERRAN DESCENDIT. EXORCISO TE CREATURA AQUAE, UT SIS MIHI SPECULUM DEI VIVI IN OPERIBUS EJUS, ET FONS VITAE, ET ABLUTIO PECCATORUM. AMEN”.

Nem sei o que significa, só sei que estudamos um monte para aprender todos os fonemas, não queria falar errado, meu irmão apenas me disse que não se trata de nada satânico, nem mesmo cristão e sim forças elementais, espíritos da vida. Não acreditamos em Deus ou Diabo, apenas nas forças cósmicas, energias da natureza e nos espíritos guardiões. Acredito que esse lance da bíblia e as referencias a Jerusalém, não passam de mero simbolismo.

-00h32min
-Enfim terminaram a preparação, garanto que se fosse eu, com certeza já teríamos terminado. Eles me chamaram, então, preciso entrar no meu circulo de proteção, mas não largarei meu caderno, muito menos o gravador, quero registrar tudo.

-00h37min
Meu irmão entrou no circulo e esta dando início ao ritual, Alicia pediu-me que parasse de escrever e me concentrasse no rito.

-01h27min
Ele esta parado com a testa no chão, não esta esboçando nenhuma reação, fiquei com medo que estivesse passando mal, há alguns minutos eles soltou uns gemidos esquisitos, como que de gravetos sendo quebrados, não estou com medo, apenas ansioso.

-01h44min
-Incrível, meu irmão está possuído, ele disse se tratar do próprio Horthembrak e não de um Djinn, disse que adoraria que eu escrevesse tudo o que ele falar. Estou me sentindo o homem mais importante do planeta.
O que escreverei agora não são palavras do meu irmão e sim do grande Horthembrak:
Horthembrak : A vida, bem podemos dizer que ela é apenas uma ilusão. Você vive durante anos, mas do que vale? Se você erra, será condenado ao fogo eterno. É assim que pensam os cristãos. Pura intrujice. Não existe inferno ou mundo das trevas, apenas existem dois pólos, duas escolhas e ambos senhores. Se você não agrada um, segue para servir o outro e se você agrada a este outro, como este poderia lhe fazer mal. Pensem bem, o inferno não é um local de tortura e sim uma nova espécie de paraíso, um lugar de regozijo para aqueles que nos agradam.
Eu: O que ocorre quando nossos espíritos ficam na terra atormentando as pessoas o que significa isso?:
Horthembrak :(risos) Vocês são muito infantis. Acreditam mesmo que uma moça estuprada bate e atormenta as outras após a morte? Acham mesmo que isso é possível? Se ela estando viva, mal pode defender-se, por que agora depois de morta ela iria desenvolver tal força titânica. Cada alma segue seu rumo, os que ficam são espíritos ilusórios, eles adoram perturbar sua paz, conseguem imitar vozes e até mesmo trejeitos. Tentam através disso entrar em contato com vocês e quando conseguem, eles obtém o livre acesso.
Eu: Mas você não disse que demônios não são criaturas más?
Horthembrak: Não disse isso, demônios são seres inteligentes, muito mais inteligente que vocês, pois desafiaram a própria criação. Não vivemos como humanos. Vocês são como animais de estimação.

-02h54min
Ele disse que para obtermos sucesso e trazermos até nossa realidade, sua principal semente, ele deve fazer sexo com minha irmã, não concordei com isso, isso está passando dos limites, isso é contra a natureza, mas minha irmã concordou e por isso estou aqui fora do quarto aguardando os dois.

-03h15min
-Eles parecem ter terminado, minha irmã esta com uma cara de total insatisfação, não sei por que mas sinto nojo del.

-03h44min
Eu desculad. As letras estão ilegíveis, não consigo escrever, só escrevo para pedir desculpa, desculpa a meu pai, desculpa a todos. Quero que fique claro que sou inocente, Deus sabe que sou.
Acabei de cometer uma monstruosidade, mas foi necessário, não tive culpa, não era ele.
Meu irmão de uma hora para outra começou a agredir Alicia ela batia violentamente em seu rosto. Tentei evitar, mas não consegui, com apenas um braço ele me atirou do outro lado da sala. Não vi alternativa... eu estava me defendendo e defendendo a vida da minha irmã.
Acertei aquele cano de metal na cabeça dele, entendam foi a única maneira de fazê-lo parar.


Não sei que horas são, meu relógio simplesmente parou, estou sentado no chão, espero que o dia amanheça, acho que assim essas coisas irão embora, meu irmão esta caído, desfalecido no chão. Minha irmã ainda esta desacordada, a sala esta fria, a pouco senti um medo incrível, um medo tão grande que cheguei a vomitar. Não sei o que esta acontecendo, as coisas fugiram do controle. Apenas protejo a mim e minha irmã, dentro do circulo de sal.


Desculpa se a tinta da caneta agora está vermelha. Ainda a pouco a caneta que usava flutuou a minha frente e simplesmente explodiu, como se houvesse uma bomba dentro dela. Não sei por que, mas não consigo parar de escrever. Acho que isso tem um real motivo. Acredito que eu talvez sirva de exemplo. Um péssimo exemplo


Parece maldição... não amanhece, estou com medo, já pensei diversas vezes em clamar pelo Deus dos cristãos, mas não posso fraquejar, tenho que mostrar para esse ser que sou mais forte. Clamei pelos espíritos guardiões.


Agora a pouco ouvi um som horrível. Estou apavorado, é como se houvesse uma multidão gritando e chorando do lado de fora da cabana. Não sei estou apavorado


Há três figuras negras paradas me olhando, eles tem olhos vermelhos, tentarei contata-los, direi a eles que estou aqui a seu serviço


Agora a pouco senti a pior sensação da minha vida, os seres sumiram, ainda a pouco senti como se diversas larvas geladas tentassem subir em meu corpo, elas tentavam entrar em minha boca, era como se este ser tentasse me possuir. Não posso correr, minhas pernas não me obedecem, agora sei como uma pessoa paralítica se sente. Percebi que posso conter esses espíritos asquerosos, basta eu prender a respiração e eles não entram em mim.


Estou conseguindo, prendi a respiração por diversas vezes, eles se foram. Me deixaram em paz. Venci!


Ouço passos, enfim alguém veio em nosso socorro, quem sabe posso até salvar meu irmão...
Após três dias de busca foram encontrados os corpos dos dois irmãos. Reinaldo estava deitado na sala, com o corpo em forma de cruz e sobre seus pés havia um crânio de cachorro. Roberval foi encontrado deitado sobre os joelhos, sua face estava roxa, ele morrera de asfixia, a policia disse se tratar de suicídio. Uma forma meio exótica de se matar. Alicia fora encontrada nua correndo pela mata. Estava num avançado estado de desidratação.
Até hoje ninguém sabe que fim teve o caso, ninguém sabe se Alicia realmente ficou grávida ou teve sucesso com aquela invocação.
Este caso permanece um mistério, muitos o escarnecem, dizem tratar-se apenas de um boato ou mera estória. Já outras pessoas usam este caso como exemplo para outros jovens que um dia possam vir a ter este tipo de curiosidade.
fonte:Coisas & Coisas
0

O Misterioso Caso de Albano Beirão

Infância e juventude

Nasceu na aldeia de Aveloso, concelho da Mêda, distrito da Guarda, em 1884, filho de António Beirão (natural das Asturias) e de Felícia de Jesus (natural de Aveloso)[1]. A partir dos 7 anos de idade começou a ser vítima de uns estranhos ataques que o transfiguravam por completo, que nunca chegaram a ser devidamente diagnosticados ou explicados, e que lhe conferiam poderes sobrenaturais. Deixava de conhecer as pessoas, ficava com uma força descomunal e com uma extrema agilidade, perdia peso e dava saltos enormes, inconcebíveis, trepava pelas paredes, rebolava-se pelo solo, corria e uivava como um lobo ou um cão, percorrendo as estreitas ruas da aldeia, de dia ou de noite, estarrecendo os moradores. Deixou de frequentar a escola porque colegas e professor lhe tinham verdadeiro horror.
Os ataques passaram a ser frequentes e os habitantes, embora com receio, acabaram por se acostumar ao "Albaninho" ou "Albano do Mal", como lhe chamavam. Diziam que o jovem era possuído por um "espírito ruim" que o deixava naquele estado. À soleira das portas, colocavam-lhe bacias cheias de água que Albano sorvia sofregamente em quantidades imensas. Contam-se muitas histórias acerca das suas proezas. Costumava subir ao pelourinho da aldeia de cabeça para baixo e as pernas para cima e chegando ao topo da coluna fazia o pino sobre a cabeça. Andava de roupa interior, mas apesar das suas correrias violentas nunca rompeu a roupa. Metia-se nas tocas das raposas e expulsava-as de lá mais as suas crias; dava coices às mulas; trepava aos moinhos e por lá andava a brincar; ou então, à cabeçada, deitava abaixo portões de ferro.
[editar]Vida adulta e morte

Albano de Jesus cresceu e chamou as atenções onde quer que fosse. Era o terror da baixa de Lisboa (onde foi alcunhado de "Homem-Macaco"), dos comerciantes do Porto (onde facilmente trepou a torre dos Clérigos), das feiras aonde ia e onde afugentava multidões. Foi internado no Hospital Conde de Ferreira, no Porto, e no Hospital de Rilhafoles (actual Miguel Bombarda) em Lisboa. A ficha do seu internamento em 1904 em Rilhafoles refere: «Ataques muito repetidos e muito violentos, vindo sempre com a mesma forma: perda de sentidos que dura um minuto e depois movimentos violentos, correrias, saltos, acompanhados de gritos e urros. No quarto, onde só observei os ataques, os saltos e as corridas dão-se da grade da janela para a porta, com uma grande agilidade e rapidez. O doente agarra-se às grades, lá no alto, e depois atira-se lá do alto para o chão, caindo a quatro patas como um gato para correr à outra grade. No fim do ataque as coisas acabam e só dá gritos pequenos e levanta-se. Salvo quando se pendura às grades, não se vê senão a quatro patas, estando em regra os dedos das mãos flectidos nas articulações extremas e é assim que em regra a mão pousa. Outras vezes a flexão é menos e as polpas apontam. As mãos não são utilizadas para nada. Muitas vezes o doente remove coisas que estão diante de si mas sem o emprego das mãos. Durante estes movimentos gritos que chegam a apavorar.» [2] Foi então diagnosticado como histero-epiléptico com manifestações de licantropia.[3]
As autoridades não sabiam que lhe fazer, pois não era criminoso nem louco, e acabaram por deportá-lo para Angola numa tentativa de lhe dar sumiço. Conta-se que durante a viagem foi atirado borda fora, e que Albano passou debaixo do casco do navio, nadando debaixo de água até à costa. Esteve em África durante dois anos, onde aterrorizou nativos e lutou com leões sem nunca se ferir.
De volta a Portugal, foi nomeada uma comissão científica de três médicos que estudou o seu extraordinário caso. Os médicos levaram Albano Beirão a vários centros universitários europeus, na Itália, Inglaterra, Alemanha, Rússia, Espanha, Bélgica e Suíça. Aparentemente, a sua perturbação nunca foi diagnosticada com clareza. A partir de 1932, os ataques desapareceram tão misteriosamente como surgiram. Segundo Silvina de Almeida, sua advogada, com base em alguns habitantes da aldeia, isso teria acontecido depois de ter sido ferido com uma facada, durante uma rixa.
Segundo os testemunhos, Albano Beirão teve mulher e duas filhas. Uma das filhas morreu internada num asilo em Lisboa e a mulher acabaria por abandoná-lo levando a outra filha consigo. Os seus conhecidos e familiares referem que no seu estado normal Beirão era um homem pacífico e caridoso.
Albano Beirão morreu no Hospital da Guarda, um dia depois do seu 92º aniversário[4]. Sensacional em vida, também o foi depois de morto. O seu enterro suscitou espanto na aldeia, pois do caixão (que nunca foi aberto) escorria sangue. Alguém disse que o cadáver não estava inteiro, pois Albano "teria vendido a sua cabeça aos alemães" para estudo post-mortem.


1

VERDADEIRA HISTÓRIA DE KATRIN MALEN – A MENINA DO CORREDOR

09 julho 2011.
Cidade de Santem 1946
Enila, Ceron e Katrin, formavam uma família feliz, moravam em um humilde sítio, que com o avanço da cidade estava ficando cada vez menor e a situação financeira deles ficava cada vez pior. Katrin gostava muito de seus pais, era uma menina encantadora de apenas 11 anos. Brincava sempre sozinha com os poucos animais da fazenda.
Enila era uma mulher muito justa e batalhadora, sempre conseguiu manter o equilíbrio na casa, mesmo passando por tantas dificuldades. Depois de alguns meses a situação começou a se complicar, era época de seca, as plantações estavam morrendo e a única solução encontrada por Ceron foi vender um de seus cavalos. Era uma tarde nublada Ceron amarrou o animal numa carroça, consigo levou algumas armas e pólvora para tentar vender no mercado da cidade.


Katrin pede para que ele traga uma boneca que ela tanta desejava, pois seu aniversário estava muito próximo. Muito triste e com pena de sua filha ele diz que irá tentar realizar o sonho da menina. Várias horas se passaram, começou a trovejar, Ceron retornava para sua casa. Conseguiu vender apenas o cavalo, não achou comprador para o restante do material que levava...
Katrin avista seu pai, vindo pela estrada, muito contente e aguardando ansiosa por seu presente, corre e avisa sua mãe. As duas aguardam na porta da residência, quando um forte raio cai pelas redondezas, o som do trovão foi tão forte que fez com que o cavalo se assustasse. Ceron perdeu controle das rédias, em pânico o animal tenta fugir, mas continuava preso à carroça. Katrin e sua mãe tentaram correr para ajudar, mas a carroça vira, uma pequena faísca é produzida, acidentalmente a pólvora se espalha, causando assim uma enorme explosão. Ceron gritava muito, seus pedidos de ajuda podiam ser ouvidos à distância. Mãe e filha nada puderam fazer a não ser assistir a morte dele.
Alguns objetos que estavam na carroça foram arremessados com a explosão, dentre eles estava a boneca que Katrin tanto desejava. Intacta, a menina encontra e abraçada ao seu novo brinquedo fica paralisada e parecia não acreditar que havia perdido seu tão amado pai.
As chamas arderam por mais de uma hora e se alastraram pelo capim seco, muitas pessoas tentaram ajudar. Nada se salvou a não ser a casa onde elas moravam. Depois de algum tempo, Enila recebeu uma proposta de venda daquele local onde queriam construir um grande hospital. Sem pensar muito aceitou.
Compraram uma casa no centro de Santem e com o restante do dinheiro poderiam viver sossegadas, já que aquele local era muito valioso. Após a morte de seu pai Katrin passou a ser uma menina triste e ainda mais solitária, pois pouco falava e nunca mais se separou do ultimo presente que recebeu dele. Apenas um cachorro foi levado para a casa nova. A mudança foi difícil para as duas, Katrin sofreu aos prantos entrou em sua nova moradia.


Desde então seus trajes passaram a ser pretos, se fechou para o mundo. Renegou toda a ajuda que lhe foi oferecida.



Enila preocupava-se e seu único consolo era pensar que tudo aquilo não passava de uma difícil fase.

Um ano depois...
Katrin, nunca saia de casa, isto fez com que sua pele ficasse extremamente clara e pálida. Todas as noites, Enila escutava Katrin conversar com alguém e ao espiar constatava que ela tinha a boneca como melhor amiga. Numa noite, algo de estranho aconteceu, Katrin chorava muito e chamava por seu pai.


Pensando em se tratar apenas de mais um sonho, Enila corre para ver o que estava acontecendo. Assustou-se ao encontrar a boneca suja de sangue, Katrin continuava a gritar, sua mãe a acalma e depois a questiona sobre a boneca, sem obter nenhuma resposta recolhe o brinquedo de sua filha e vai para fora tentar limpar. Quando abriu a porta dos fundos, encontrou o cachorro morto, seu peito perfurado e com um vazio no local do coração.
Enila ficou apavorada com a cena, num primeiro momento pensou ter sido obra de algum assaltante ou pessoa mal intencionada. Katrin acalma-se e vai dormir.
Devido ao susto, Enila nem se importa com a boneca suja, limpa e devolve para sua filha. A notícia se espalhou e todos pensavam ser algum maníaco rondando a vizinhança.
Desde este dia a vida das duas tornou-se atormentadora, noite após noite, acontecimentos estranhos começaram a ocorrer na humilde casa. Armários abriam misteriosamente, objetos desapareciam e sons estranhos deixavam o ambiente aterrorizante. Enila não sabia mais o que fazer, sua única saída foi pedir para que sua irmã e sobrinha viessem ficar por um tempo na casa delas, pois com mais pessoas elas ficariam seguras.


Por dois meses a situação ficou calma.

O ano já era início do ano de 1947, o novo hospital da cidade iria inaugurar, muita expectativa rondava aquele povo, pois grande tecnologia foi utilizada naquele local. Katrin continuava sendo a mesma menina calada e séria de sempre, nunca havia falado mais do que duas palavras com sua prima Malina, que tinha a mesma idade.
Malina sempre quis brincar com a boneca de Katrin, mas sempre foi rejeitada por ela. Num domingo, todas vão dormir logo cedo. No meio da noite Enila sente um cheiro de fumaça, se levanta e depara-se com sua cozinha em chamas. Todos os vizinhos acordam e correm para ajudá-la. Próximo a porta de saída encontram a boneca de Katrin, levemente queimada, mas sem grandes estragos. Enila estranha e decide jogar o brinquedo fora.
Após passar o susto, todos voltam a dormir.
No dia seguinte, Enila encontra Katrin dormindo com a boneca que ela tinha jogado fora.
Enila cala-se e começa a desconfiar de sua filha, pois ela era perturbada e misteriosa. Em um dia que Katrin estava em outro cômodo da casa, Malina pega a boneca de sua prima e começa a brincar. Katrin retorna e encontra sua prima com a boneca. Revoltada, pela primeira diz uma única frase. "- Você irá se arrepender por isso!" Malina solta o brinquedo e vai de encontro à sua mãe.
Naquela noite daquele mesmo dia, novos acontecimentos estranhos tiveram início desta vez quem gritava muito era Malina que dormia no mesmo quarto que Katrin. Enila e sua irmã correm para ver o que estava acontecendo. O choque foi grande ao ver Malina morta e também com um buraco em seu peito. O olhar de Katrin era intenso, ficou parada em pé com a boneca em sua mão direita olhando para o corpo da menina. Suas mãos estavam sujas de sangue assim como a boneca. Enila não conseguia acreditar que sua filha havia matado sua própria prima. Espanca a menina, que não teve nenhuma reação.
Katrin permaneceu dois meses acorrentada na cama, até que o novo hospital fosse aberto ao público. A mãe de Malina foi embora e nunca mais deu qualquer notícia.
Enila chorava muito, mas internar Katrin era a única solução. A boneca foi mais uma vez retirada das mãos da menina. Já internada no hospital, Katrin recusava-se a usar as roupas dos internos e continuava com seus trajes pretos.
Mais um mês se passou. Katrin estava piorando a cada dia, queria de qualquer forma sua boneca de volta. Os médicos acharam melhor que ela tivesse seu desejo realizado. Enila assim o fez, no dia da visita quis entregar pessoalmente e ficar a sós com ela. Depois de uma hora, os médicos acharam estranho o silêncio e a demora, abriram a porta da sala:



Katrin havia matado sua própria mãe e com as próprias unhas arrancou seu coração e comia como se fosse um saboroso doce.


Os médicos ficaram abismados com o que viram. Katrin foi novamente amarrada e sedada.
A notícia se espalhou, todos na cidade temiam a menina e principalmente sua boneca, pois muitos acreditavam ser um objeto amaldiçoado. Mais dois meses se passou, a aparência de Katrin era horrível, com muitas olheiras, cabelos negros e compridos. Os médicos e enfermeiras a temiam, eram poucos os que chegavam perto dela.
Toda a equipe achou por bem retirar novamente a boneca de suas mãos. Neste dia a situação se complicou. Katrin dava gritos, e negava-se a entregar seu brinquedo. Mesmo lutando, a boneca foi levada para o incinerador. No exato momento em que foi jogada no fogo o prédio do hospital também começa a arder em chamas.
Em segundos o fogo se alastrou, a ala das crianças foi atingida, ninguém conseguiu fazer nada. Centenas de pessoas morreram naquele dia.
Katrin também foi carbonizada, poucos se salvaram.
Mesmo com a grande tragédia, muitos se alegraram ao saber que Katrin havia morrido, pois assim davam por encerrada as ações macabras daquela menina.

Indonésia 1948
Após uma intensa reforma, o hospital infantil de Santem, iria ser reaberto. Passou por um forte incêndio no ano anterior, cujas causas até hoje são desconhecidas. Kur Hants, um conceituado fotógrafo alemão, entrou sozinho no prédio para registrar as mudanças do local e fazer uma matéria sobre a renovação do prédio após a tragédia. Caminhou por vários andares, mas ao chegar ao último sentiu algo estranho, estava frio e sentia como se algo o observasse, mesmo com maus pressentimentos continuou seu trabalho.
Ao focar sua câmera para uma das portas que davam acesso à ala psiquiátrica, notou uma mancha na lente da câmera, ao limpá-la percebeu que não havia nada ali. Ele movimentava seu equipamento, e a sombra parecia imóvel. Kur nunca havia passado por isso, pensou se tratar de alguma brincadeira, continuou a fotografar. Quando estranhos barulhos, que se assemelhavam de uma menina se debatendo contra a porta, começaram a ficar intensos, Kur correu pensando ser alguém em apuros.

Kur abriu a porta, algo violentamente atravessou seu peito, perfurando seu coração. A câmera caiu e por muita sorte não se danificou.


A FOTO DA ESQUERDA E A IMAGEM VERDADEIRO A DA DIREITO MODIFICADA PARA 3D

Um amigo de Kur, estranha a demora de seu amigo, ao procurar por todos os andares do hospital, encontra sua câmera caída e logo em seguida seu corpo, com uma grande perfuração no peito. As fotos de Kur são reveladas, mas o temor foi enorme ao constatarem a presença de uma menina vestida de preto na foto. Muitos estudiosos se interessaram pelo assunto e acabaram loucos e internados em clínicas e hospitais onde juram ver a mesma menina da foto.
Os moradores de Santem, afirmam que o espírito de Katrin ainda vive. A ala onde ela foi internada acabou sendo desativada. A lenda de Katrin espalhou-se pelo mundo, sua foto foi julgada como montagem e a verdadeira história desapareceu com o passar dos anos. O único mistério não revelado e nunca descoberto, foi o poder que sua boneca exercia, mas ela nunca passou de um simples brinquedo. Katrin era má e a morte de seu pai fez com que nela brotasse poderes psíquicos que eram capazes de alterar o curso natural da vida.
Seu espírito permanece imortalizado em sua única foto, Katrin ainda vive na mente das pessoas que a observam por muito tempo.


comentem
0

PESQUISADORES ALEGAM TER ENCONTRADO A CIDADE PERDIDA DE ATLÂNTIDA

Um grupo de pesquisadores de diferentes nacionalidades afirma ter encontrado a localidade da cidade perdida Atlântida, a lendária cidade da antiguidade que teria sido afundada no oceano após ser atingida por um tsunami.
A equipe responsável pela possível descoberta é liderada pelo arqueólogo americano Richard Freund, da Universidade de Hartford, nos Estados Unidos. Segundo o site da universidade, os pesquisadores utilizaram fotografias aéreas, ondas penetrantes de radar e tomografia de resistividade elétrica para aferir as informações da localização do que poderia ter sido a primeira metrópole já criada pelo homem, destaca o site Engadget. Segundo eles, as ruínas do que seria Atlantis estão localizadas na costa sul da Espanha.
Atlantis, ou o continente perdido de Atlântida, como também é conhecida, foi primeiro descrita pelo grego Platão, assim como conta sua página na Wikipédia (pt.wikipedia.org/wiki/Atlântida) e seria uma civilização bastante avançada como sociedade e que se desenvolveu em uma ilha, mas que teria afundado no oceano em apenas um dia.
Os pesquisadores trabalharam durante os anos de 2009 e 2010 com as imagens e realizando levantamentos na região do sul da Espanha, próximas ao Parque Doña Ana, tendo encontrado ruínas de uma cidade que dataria de mais de 4 mil anos. Mas o que realmente deu a Freund a ideia de que as ruínas poderiam ser mesmo Atlântida foi o fato dele ter encontrado em muitos locais da Espanha cidades memoriais, construídas à imagem da cidade mítica.
Na noite deste domingo, nos Estados Unidos, o canal de TV da National Geographic apresentou um programa sobre a possível descoberta dos pesquisadores, chamado de Finding Atlantis, ou Encontrando Atlantis, em inglês. Mais informações sobre o show podem ser obtidas na página da NatGeo (goo.gl/6bJXJ).
Para quem pode estar se perguntando se isto tudo não seria apenas trabalho de oportunistas dados os acontecimentos da última sexta-feira (11) no Japão, fica o destaque que o programa da NatGeo com os pesquisadores da Universidade de Hartford foi gravado no dia 9 de março, ou seja, dois dias antes da tragédia na Ásia.
Muitas são as histórias, as lendas e as teorias envolvendo a cidade mítica Atlântida. Será esta mais uma delas?

temos muito a ver com nossos olhos as coisas deste mundo tão vasto e gigante!!!!!
0

OSNI - (OBJETO SUBMARINO NAO IDENTIFICADO) FILMADO NO TRIANGULO DAS BERMUDAS


postado por misterios by tatiana
0

A Morte de Bart ( Dead Bart ) episódio perdido

02 julho 2011.
"Dead Bart" é um episódio perdido dos Simpsons que não foi ao ar...

Você sabia que a Fox tem uma forma muito estranha de contar os episódios de Os Simpsons? Eles se recusam a contar alguns, fazendo a quantidade de episódios ser inconsistente. A razão para isso é um episódio perdido da primeira temporada.

Encontrar detalhes sobre esse episódio perdido é difícil, ninguém que tenha trabalhado no programa gosta de falar sobre isso. Pelo que se tem ouvido por aí, o episódio perdido foi totalmente escrito por Matt Groening (N/T: Criador da série). Durante a produção da primeira temporada, Matt começou a agir estranho. Ele estava muito quieto, parecia nervoso e mórbido.

Mencionar isso para qualquer um que estava presente na época os deixa bravos, e te proibem de mencionar qualquer coisa a Matt. O número de produção do episódio era 7G44, o título era Dead Bart (Bart Morto)

Além de ficarem bravos, perguntar para qualquer um que trabalhou no programa sobre isso os faz quererem fazer qualquer coisa para impedir você de se comunicar com Matt Groening. Em um evento, eu o segui depois que ele falou com a platéia, e eventualmente tive a chance de falar com ele à sós quando ele saía do prédio. Ele não parecia triste por eu tê-lo seguido, provavelmente esperando um encontro típico com um fã obssessivo. Mas quando mencionei o episódio perdido, toda a cor desapareceu do seu rosto, e ele começou a tremer. Quando perguntei se ele poderia me contar mais detalhes, sua voz soou como se fosse chorar à qualquer momento. Ele pegou um pedaço de papel, anotou algo nele, e deu para mim. Ele implorou que eu nunca mais mencionasse o episódio novamente.

O pedaço de papel continha um endereço de website nele, eu prefiro não dizer qual era, por razões que você verá em um segundo. Eu coloquei o endereço no meu browser, e fui para um site que era totalmente preto, exceto por uma linha de texto amarelo, um link de download. Assim que o arquivo foi baixado, meu computador ficou louco, era o pior vírus que eu já tinha visto. Restaurar o sistema não funcionou, o computador inteiro precisou ser formatado. Antes de fazer isso, no entanto, eu copiei o arquivo em um CD. Eu tentei abrí-lo no meu computador agora vazio, e como suspeitava, havia um episódio de Os Simpsons nele.

O episódio começava como qualquer outro episódio, mas tinha uma qualidade de animação muito baixa. Se você já viu a animação original de Numa Noite Encantada (N/T: Último episódio da primeira temporada - mas o primeiro a ser criado - conta sobre Bart e Lisa tendo de lidar com uma “babá bandida”), era similar, mas menos estável. O primeiro ato era razoavelmente normal, mas o modo como os personagens agiam estava um pouco diferente. Homer parecia bravo, Marge parecia deprimida, Lisa parecia ansiosa, Bart parecia ter ódio e raiva genuínos pelos pais.

O episódio era sobre os Simpsons indo em uma viagem de avião, perto do fim do primeiro ato, o avião estava decolando. Bart estava aprontando, como se esperava. Entretanto, quando o avião já estava há mais ou menos 15 mil metros de altura, Bart quebra uma janela e é sugado para fora.

No começo da série, Matt tinha uma idéia de que o estilo da animação do mundo de Os Simpsons representaria a visa, e que a morte tornaria tudo mais realístico. Isso foi usado neste episódio. A imagem do cadáver de Bart era irreconhecível, utilizaram-se da vantagem de não ter de animá-lo, e fizeram um desenho praticamente foto-realístico de seu corpo morto.

O ato um termina com a imagem do cadáver de Bart.

Quando o ato dois começa, Homer, Mage e Lisa estão sentados à mesa, chorando. O choro continua e continua, fica mais doloroso, e soa muito realístico, mais do que você pode achar possível. A animação começa a decair quanto mais eles choram, e você pode ouvir murmuros aos fundo. Esse choro se extende por todo o segundo ato.

O terceiro ato abre com um título dizendo que um ano se passara. Homer, Marge e Lisa estão extremamente magros, e ainda sentados à mesa. Não há sinal de Maggie ou dos animais.

Eles decidem visitar o túmulo de Bart. Springfield está totalmente deserta, e enquanto eles andam até o cemitério, as casas ficam mais e mais decrépitas. Todas parecem abandonadas. Quando chegam ao túmulo, o corpo de Bart está simplesmente caído na frente de sua lápide, parecido com a cena final do primeiro ato.

A família começa a chorar de novo. Eventualmente eles param, e apenas encaram o corpo de Bart. A câmera foca no rosto de Homer. De acordo com alguns resumos, Homer conta uma piada nessa parte, mas não é audível na versão que vi, não se pode entender o que Homer fala.

A cena se afasta enquanto o episódio termina. As tumbas ao fundo possuem os nomes de todos os convidados especiais de Os Simpsons. Alguns ninguém tinha ouvido falar em 1989, outros nem ainda haviam estado no programa. Todos possuem datas de morte neles. Para convidados que morreram recentemente, como Michael Jackson e George Harrison, as datas estão de quando eles deveriam morrer.

Você pode tentar usar as tumbas para prever a morte dos convidados especias de Os Simpsons que ainda estão vivos, mas tem algo de muito estranho na maioria daqueles que não morreram ainda. Todas as suas mortes estão listadas no mesmo dia.
 
TRAGEDIAS E MORTES O REAL E CHOCANTE © Copyright 2011 | Template By |